Conservatório Estatal de Moscou

Escrito por Henrique Fernandes

Sempre que pensamos na Rússia, logo lembramo-nos da Praça Vermelha e do majestoso Kremlin; da Guerra Fria às grandes comemorações do Dia da Vitória; de Puchkin à Gagarin. A Rússia, porém, é muito mais que arquitetura, guerras, literatura e ciência. É também hoje, um dos maiores centros culturais de música erudita do mundo.

Entrada Sala Grande

Como pensar em música clássica e esquecer-se do Conservatório de Moscou (Московская Государственная Консерватория)? Talvez, muitas pessoas não saibam, mas foi deste Conservatório que saíram grandes gênios e intérpretes da música clássica do séc. XX.

Fundado em 1 de setembro de 1866 pelo Príncipe Nikolai Petrovich Troubetzkoy e por Nikolai Grigorievich Rubinstein, o Conservatório de Moscou tinha como objetivo a formação de músicos e a apreciação da música erudita pelo povo russo, não somente as já conhecidas, mas também e, principalmente, a música de seu povo. O Conservatório tornou-se popular rapidamente por toda Moscou desde sua inauguração. Muitos o ingressaram para receber educação musical, mesmo sem o objetivo de fazer carreira como cantor, músico ou virtuose. Seus alunos, em sua maioria, eram pessoas pobres. Porém, não muito tempo depois, a maioria dos alunos que passariam a estudar no Conservatório, o fariam para dedicar-se à carreira musical.

Excelentes professores passaram pelos corredores do Conservatório, como Rachmaninoff, Miakovsky, Shostakovich, Rostropovich, Oistrakh, dentre tantos outros, inclusive alunos destes grandes gênios da música russa, como Irina Botchkova, Eduard Gratch, Evgeniy Bushkov, Aleksandr Trotiansky, Gaik Kazazian Iulia Igonina, Sergei Kravtchenko. O Conservatório também é palco da Competição Internacional Tchaikovsky, uma das mais importantes do mundo, que teve sua estreia em 1958 e está em sua XV edição (2015), com competidores do mundo todo disputando este renomado prêmio.

O Conservatório possui um grande teatro, chamado Большой Зал (Sala Grande).

 

Nesta sala, ocorreram as primeiras realizações de obras de Shostakovich, Stravinsky, Prokofiev, Tchaikovsky, dentre outros. Além desta sala de concertos, há também a Рахманиновский Зал (Sala de Rachmaninoff), outra bela sala de concertos, porém, um pouco menor que a Sala Grande, que é para apresentações de música de câmara.

 

Hoje, este renomado centro de estudo de música recebe alunos do mundo inteiro, inclusive do Brasil. Muitos destes alunos, quando se formam, passam a ingressar em renomadas orquestras da Europa, EUA e Ásia, graças à formação de altíssima qualidade oferecida a estes estudantes.

Muitas pessoas não sabem, mas em 7 de maio de 1940, o Conservatório comemorou os centenário de nascimento de um de seus mais respeitados e importantes professores, Piotr Ilich Tchaikovsky. Em sua homenagem ao grande músico, a instituição passou a levar seu nome, sendo que, em 1954 em frente à entrada da Sala Grande, ergueu-se o famoso Памятник П. И. Чайковскому (Monumento para Tchaikovsky), cujo nome o Conservatório ostenta orgulhosamente.

Se você gostou deste artigo e gostaria de aprender mais sobre a cultura russa e seu idioma, você pode fazer nosso curso de russo

Membro do Clube Eslavo
Membro do Clube Eslavo

Eu faço parte do Clube Eslavo e gostaria de compartilhar com todos vocês, que estão lendo este blog, minhas experiências e conhecimentos. Convido vocês a se juntar conosco no grupo no Facebook https://www.facebook.com/groups/cluberusso/ Caso você também ficou com vontade de compartilhar conosco uma coisa interessante envie, por favor, e-mail para contato@cursorusso.com.br e coloque no campo de "assunto" - artigo para Clube Eslavo. Seu artigo vai tirar dúvidas de muita gente ou contar uma curiosidade nova. Você também pode marcar uma entrevista sobre sua experiência e ela será curtida no canal do Clube Eslavo no Youtube e divulgada em outras redes sociais.