Dicas para aprender russo

Como aprender russo? Como aprender ucraniano? Ou qualquer outro idioma estrangeiro? Essas perguntas eu escuto todos os dias. As dicas que eu gostaria de lhe dar hoje vão servir para todos que estudam quaisquer idiomas porque percebo que na maioria das vezes os alunos gastam tempo à toa comprando montão de livros, baixando material na internet, avaliando preços de professores procurando aquele que é mais barato, mas passa primeiro ano, segundo e o conhecimento não vai mais longe do que alfabeto e algumas frases básicas.

Considerando que grupo virtual do Clube Eslavo inclui mais do que 9.000 participantes e a escola atende cerca de 1.000 alunos por ano, todos os dias eu converso com grande quantidade de interessados em aprender idioma russo ou ucraniano, se tornar poliglota, conseguir ler umas obras de literatura em original tanto dos escritores clássicos quanto dos modernos, conseguir prestar prova de proficiência para entrar  na faculdade na Rússia ou Ucrânia sem fazer um ano preparatório, para se formar ou para fazer pós-graduação, aprender idioma dos seus antepassados, conseguir se comunicar com família eslava do cônjuge para fortalecer laços familiares e criar amizades, encontrar algo novo na vida e receber conhecimento diferente…  Diversos motivos, mas os passos para alcançá-los sempre são mesmos:

 

  1. Comece agora mesmo em vez de na segunda feira, no dia primeiro do mês, início de semestre, ano que vem, quando vou encontrar melhor emprego etc.

 

  1. Mantenha a disciplina com toda força de vontade e não faça os intervalos mais do que 1 mês por ano pelo menos até chegar no nível intermediário.

 

  1. Não desista do seu sonho quando vai ficar difícil, lembrando que o professor nativo que ministra sua aula também um dia começou a estudar português do zero.

 

Somente são 3 passos que vão levar você até a realização do seu sonho. E para facilitar seu caminho de aprendizagem as outras dicas também serão úteis:

 

  1. Define para si mesmo o objetivo: por que você quer falar idioma russo? Para aprender mais rápido não deixe que o idioma seja seu objetivo principal. O idioma é o meio para alcançar um objetivo maior. Um exemplo disso pode ser uma pessoa apaixonada por estrangeiro que aprende idioma mais rápido porque tem desejo grande de se expressar.

 

  1. Define para si mesmo a meta: em quanto tempo você pretende falar em russo, por exemplo. Para falar sobre assuntos cotidianos você vai precisar cerca de 500 palavras. Em quanto tempo você é capaz em decorar essa quantidade? Se decorar 10 palavras novas por dia em 50 dias você termina. Entre essas 10 palavras são 4 que tem que ser verbos. Pode considerar também que muitas palavras russas você já sabe: телевизор (tyelyevízar) – televisão, телефон (tyelyefón) – telefone, интернет (internét) – internet, театр (tyeátr) – teatro, бибилиотека (bibliatyéka) – biblioteca, парк (park) – parque etc.. E para operar com essas palavras você vai precisar estudar gramática, e para isso também pode se programar.

 

  1. Escolhe uma metodologia eficaz que inclui parte de gramatica, leitura, escrita, audição e conversação. É muito importante aprender todas as 5 partes ao mesmo tempo. Por exemplo, os autodidatas na maioria das vezes sabem ler e entendem bem, fazem correto exercícios, mas têm dificuldade de elaborar texto ou diálogo, têm dificuldades de se comunicar.

 

  1. Pratique todos os dias pelo menos 15 minutos. Nesse caso eu escuto frequentemente: eu não tenho tempo. Sim, é muito difícil arrumar tempo livre na nossa vida com a correria sem interrupção. Mas … eu vejo vocês todos os dias no Facebook, e por isso decidimos aproveitar esse costume e criar chats de apoio no Facebook mesmo, onde os alunos tem acesso a professora de russo online ou professora de ucraniano online todos os dias. Nesses chats os alunos estão divididos por níveis e eles podem tirar suas dúvidas todos os dias, solicitar explicação de regra, correção de pronúncia e até fazer conversação. Outros caminhos adicionais: altere idioma do seu celular para russo ou ucraniano, se você é mais corajoso altere idioma do seu GPS, lê todos os dias um trecho de pelo menos 5 linhas, escute uma música acompanhando letras etc.

 

  1. Procure apoio de um professor que vai lhe auxiliar durante caminho mesmo que você optou por ser autodidata. Isso lhe ajudará desde início não cometer mesmos erros. É mais fácil encher copo com água limpa do que pegar copo com água misturada com areia e depois tirar por um grão para limpar. Isso que o professor vai tentar fazer com seu conhecimento caso você aprendeu errado e o processo vai demorar mais.

 

  1. Se você não tem como fazer aulas de conversação e por enquanto não tem amigos do pais do seu sonho, uma vez por semana faça revisão do material anterior, tanto de gramática quanto arquivos que contém áudio e textos. É bom se você já encontrou uma metodologia que incluía aprendizagem de coisas novas com a repetição de coisas antigas ao mesmo tempo.

 

  1. Se você estuda idioma com objetivo de viajar ou trabalhar com povo do país de seu sonho é muito importante descobrir costumes e tradições, além de falar, para não se sentir constrangido na hora de primeiro contato. O conhecimento de costumes também ajudará na hora de fazer amizade com os russos ou amizade com os ucranianos.

 

Concluindo: mesmo que você estuda idioma estrangeiro fora do ambiente de falantes nativos, seguindo as dicas, em 2 anos você é capaz de se tornar tradutor russo ou tradutor ucraniano de textos que não sejam técnicos ou científicos, pode ganhar vaga na empresa que trabalha com Rússia, pode se tornar guia turística e acompanhar russos que visitam Brasil, ou aprendendo mais o vocabulário da sua área pode prestar TORFL ((ТРКИ-I/В1) para se ingressar na faculdade na Rússia ou fazer pós-graduação sem um ano preparatório etc. Cada língua que você aprende lhe dá novas experiências, abre na sua frente novos caminhos, novas oportunidades, novos mundos.

 

 

 

Se você gostou deste artigo e gostaria de aprender mais sobre a cultura russa e seu idioma, você pode fazer nosso curso de russo

Snizhana Maznova
Snizhana Maznova

Estou no Brasil a partir de 2006 e sinceramente posso dizer que adoro esse país com sua cultura tão rica e povo tão simpático. Meu pai é russo e minha mãe ucraniana com raízes da Polônia e Grécia. Até terminar época soviética vivi viajando entre Rússia e Ucrânia e considero os dois países como minha pátria. Além ministrar cursos de idiomas, trabalho como tradutora de russo e ucraniano. Atuo também como intérprete em reuniões entre brasileiros e pessoas da Rússia e Ucrânia, na área turística e viagens de negócio, e assistência para estrangeiros na abertura de empresa no Brasil e pesquisa no mercado etc.