Porque os russos não sorriem

fonte da foto: zdorov.forblabla.com

fonte da foto: zdorov.forblabla.com

Por que os russos não sorriem? Muitas vezes ouvimos essa pergunta vinda de pessoas de outros países. Será que os russos realmente sorriem menos que os italianos, os americanos ou os brasileiros?

Em várias culturas ocidentais, quanto uma pessoa é apresentada a outra, ambas sorriem. Esse gesto é visto como um sinal de simpatia e de boa educação. No sistema comunicativo dos russos um sorriso “por educação” quando reconhecido como tal, é visto com cautela e até mesmo hostilidade. A frase russa “ele sorriu por educação” contém um ar de reprovação.

Um sorriso educado constante pode ser chamado de “дежурная улыбка” (“sorriso de plantão”) e considerado um mau sinal, falta de sinceridade, dissimulação ou vontade de esconder seus verdadeiros sentimentos. Há casos quando as pessoas não acostumadas com esse tipo de comportamento dos estrangeiros pedem para eles pararem de sorrir.

Hoje, os gerentes de empresas estrangeiras ensinam aos funcionários russos a sorrir afavelmente, no estilo ocidental, o que não é tão fácil pois para os russos o sorriso ainda preserva o caráter de uma simpatia pessoal e sincera. Por esse motivo, não costumam sorrir para estranhos e apenas para pessoas que conhecem e realmente gostam. Outra razão encontra-se no caráter do estilo de vida bastante voltado ainda ao coletivo que pressupõe uma aproximação maior dentro de um grupo e ausência de segredos. Por exemplo, quando um brasileiro escuta uma pergunta: “Como vai?”, praticamente, sempre irá responder: “Bem”. Enquanto um russo tranquilamente pode desabafar sobre seus problemas mesmo com uma pessoa não muito próxima.

Pressupõe-se que um funcionário ou empresário deve estar sério. Isso atribui à imagem dele o peso e a solidez. Hoje, na Rússia existem muitas empresas estrangeiras que devem levar em consideração que um chefe muito sorridente pode causar desconfiança e um certo desdém da parte dos russos que podem, às vezes, considerá-lo uma pessoa inexperiente e seu comportamento como infantilizado e ingênuo.

Isso não significa que os russos não saibam sorrir ou que estejam privados do senso de humor. A Rússia é um país com uma rica variedade de tons de humor, ironia, sarcasmo e riso. A cultura da piada, inclusive política, criou um tipo especial de humor negro o que atribuiu um caráter trocista ao sorriso russo. Os russos sorriem, mas de modo irônico, brincam ou zombam entre si. Um sorriso amigável e aberto é bem menos característico para eles do que, por exemplo, para os norte-americanos.

Uma pessoa que sorri ou ri na Rússia, antes de mais nada, é uma pessoa que tira sarro de alguém ou de alguma coisa. Por isso, às vezes os russos podem ver um sorriso durante um cumprimento como uma zombaria. A ironia, provavelmente, é uma nuança mais característica do senso de humor russo. Os comediantes e humoristas estão entre as personalidades mais populares do país. Contudo, nota-se que as piadas, o gênero humorista e as anedotas representam uma tradição ligada ao riso e não do sorriso. São coisas distintas.

O riso é muito mais inerente aos russos do que o sorriso aberto e educado. Por uma série de razões o sorriso não pode ser a cara da Rússia. É um país que passou por muitas experiências trágicas durante sua história: opressões, guerras, rebeliões, golpes e revoluções. Vive quase constante estado de censura e domínio de alguma ideologia.

Tenho plena ciência que um texto como esse pode encontrar uma série de objeções justas. Teriam razão ao dizer que um sorriso “por educação” nem sempre é bem visto e que os brasileiros também são capazes de desabafar sobre seus problemas etc. É um assunto muito complexo para tratar em um texto pequeno e leva facilmente as generalizações simplórias. Contudo, queria mostrar, por assim dizer, algumas diferenças entre duas culturas, embora não podem ser atribuídas a todos os russos e a todas as pessoas de países ocidentais.

Se você gostou deste artigo e gostaria de aprender mais sobre a cultura russa e seu idioma, você pode fazer nosso curso de russo

Iána Ostánetz
Iána Ostánetz

  • Raquel

    Uma dúvida: isso vale para todas as regiões da Rússia?

    • Isso é um aspecto cultural. A Rússia, mesmo que é muito grande, não possui tanta mistura de nacionalidades como o Brasil por isso a cultura se preservou.

      • Raquel

        Entendi. Obrigada por responder 🙂

  • Kartz

    Realmente é um tema complexo para ser tratado num texto, mas entendi perfeitamente, e claro que não generalizar é sempre bom. Realmente o aspecto cultural é o que define o jeito deles de ser, ou seja ambos tem que entender como cada um é, e respeitar os diferentes costumes.

  • Este é um ótimo artigo. Obrigada querida Snizhana Maznova!

    • Liana, esse texto escrever Iana Ostanets. Eu sempre coloco autor em baixo. Que legal que você gostou.

  • Elena

    A Rússia É o pais muito diversificado, mais de 120 línguas faladas, mais de 160 nacionalidades. O russo dá sorriso e muito!

  • Ronaldo

    Interessante, eu percebi isso lá e tenho como regra quando visito um país que não vou lá por causa de alguém em especial, vou por causa do país, da cultura, da beleza, etc e portanto faço restrições ao meu comportamento brasileiro de falar muito e querer ser agradavel com todos, espero antes a ação da pessoa e somente depois reajo. Nas recepções dos hotéis que estive era assim, um tratamento educado mas formal e me comportava do mesmo modo, sem saber o que aprendi nesse ótimo artigo.

  • Liza

    Acredito que o principal motivo seja os setenta anos de opressão que viveram sob um regime que lhes roubou a identidade e a liberdade em todos os seus aspectos…

    • Iskra

      Quanto preconceito Liza, deveria estudar mais sobre a história da Rússia antes de destilar seus conceitos politicos.
      A seguir seu raciocínio os cubanos não deveriam sorrir , nem cantar, nem dançar !

    • Valdir Silva

      Concordo com sua opinião. Sobretudo no período Stalinista da União Soviética, a Rússia vivenciou um período em que parcela (seja ela grande ou não) de sua população foi oprimida pelos sistemas de campos de trabalho forçado (GULAG´s) e pela vigilância (em maior ou menor grau) de uma polícia política secreta. Apesar do período comunista ter acelerado o processo de industrialização no país e desenvolvido um poderio militar sem precedentes, ocorreu (na minha opinião) uma interrupção no processo de construção da identidade russa, que vinha sendo constituída há seculos. O comunismo imposto pela revolução prejudicou, apesar de não ter eliminado, o desenvolvimento de uma identidade russa mais condizente com suas raízes históricas e menos relacionadas com uma ideologia (no caso a comunista) que submetia tudo ao seu crivo. O comunismo soviético, ainda que este também seja uma construção russa, tanto elevou como deixou marcas (muitas delas indesejaveis) ao país.

  • Marcus Fritz Martins

    Russo chegou rindo para o meu lado eu espero o pior. 😀

  • O idioma ta russo

    Quem disse que os russos não sorriem? É claro que sorriem. Cansei de ver no metro os russos sorrindo, conversando etc. Pode ser que ao serem um pouco reservados passem essa impressão, mas que sorriem isso sim, não todo tempo, pois tem hora pra tudo também,

  • João Marcelo

    Aqui no Brasil é o oposto. Ao conhecer uma pessoas não pega bem não sorrir.

  • Миша Михаил

    Cada vez mais tenho a certeza que sou um russo nascido no brasil, é incrível tamanha semelhança entre meus costumes com os russos até do amor incondicional à Родину. Nunca sofri nenhuma influência! Славу нашу Родину