São Petersburgo já foi a capital da Rússia

Fortaleza de Pedro e Paulo

Fortaleza de Pedro e Paulo

No dia 19 de maio de 1712 com ordem do imperador Pedro I a capital da Rússia foi transferida da antiga Moscou para São Petersburgo, que na época tinha apenas 9 anos de idade. São Petersburgo foi a capital do Império Russo e a residência dos imperadores russos a partir de 1712 até 1918, exceto da época do reinado de Pedro II, quando o status do capital retornou brevemente para Moscou. Desde que Moscou se tornou o centro do Grão-Ducado de Moscou (Великое Княжество Московское), e na segunda metade do século 15 se tornou a capital do Estado Russo, ninguém tentou tirar seus funções de Capital. Mas em 1703, Pedro I começou a construir no delta do rio Neva Fortaleza do Pedro e Paulo (Петропавловская крепость), e assim que surgiu São Petersburgo, que após de 9 anos se tornou nova capital e um símbolo das aspirações do rei para a Europa e da região do Báltico, e estava pronto para receber a corte real e o governo. Em 19 de maio de 1712, São Petersburgo se tornou o centro administrativo oficial do Império Russo. Ainda no século 18, começaram a dizer que São Petersburgo é um verdadeiro “europeu” na Rússia. Durante sua construção foi usada a experiência ocidental de planejamento e arquitetura. As obras do Trezzini, Rastrelli, Quarenghi, de Thomon determinaram em grande parte a aparência histórica da cidade. Nenhuma das grandes cidades da Europa não foram construídas tão rapidamente. São Petersburgo surgiu na frente de uma única geração, e estritamente de acordo com o plano. Foi no século 18, durante o reinado de Elizabeth e Catarina II, que São Petersburgo se elevou sobre Moscou com seu esplendor metropolitano. No século seguinte, a elite russa ficou interessada por diferença nas imagens dessas cidades. Este tema foi repetidamente abordado por Pushkin, Herzen, Gogol… No início do século 20, São Petersburgo se tornou uma cidade com um milhão de habitantes, e um dos mais importantes no mundo centros industriais e financeiros. Após a Revolução de Outubro de 1917, os bolcheviques, temendo a proximidade das fronteiras com os estados burgueses, devolveram a Moscou seu status de capital, onde a indústria e a construção começaram se desenvolver rapidamente.

Se você gostou deste artigo e gostaria de aprender mais sobre a cultura russa e seu idioma, você pode fazer nosso curso de russo

Snizhana Maznova
Snizhana Maznova

Estou no Brasil a partir de 2006 e sinceramente posso dizer que adoro esse país com sua cultura tão rica e povo tão simpático. Meu pai é russo e minha mãe ucraniana com raízes da Polônia e Grécia. Até terminar época soviética vivi viajando entre Rússia e Ucrânia e considero os dois países como minha pátria. Além ministrar cursos de idiomas, trabalho como tradutora de russo e ucraniano. Atuo também como intérprete em reuniões entre brasileiros e pessoas da Rússia e Ucrânia, na área turística e viagens de negócio, e assistência para estrangeiros na abertura de empresa no Brasil e pesquisa no mercado etc.

  • Otavio Cassiano Nabba

    Vou começar a estudar Russo, para entrar no Exército.

    • O idioma ta russo

      NO exercito russo não entram estrangeiros. Lembro de um alemão que fala russo muito bem e o sonho dele era entrar no exercito russo, porém não chegou nem perto, pois só aceitam russos.

      • O decreto que permite acesso de cidadãos estrangeiros às Forças Armadas russas foi assinado pelo presidente russo Vladímir Pútin em 2 de janeiro de 2015.

        • Otavio Cassiano Nabba

          É isso ae Snizhana Maznova, provavelmente nesse final de ano ou próx ano estarei ao Exército Russo.

          • Wesly

            tu acha que aguenta a pressão e o treinamento?

        • Bruno

          Oi boa tarde, como eu poderia tirar umas duvidas com você? Aguardo obrigado.