História

Batata na Rússia

Categoria: Culinária Russa, História
Comentários: Nenhum
Você sabia que a batata chegou à Europa da América Latina como uma planta de decoração, e ainda venenosa? No final do século XVII, a batata chegou à Rússia da Holanda com nome de "maçã de terra". Foi considerada como "fruto do diabo" cuja plantação é a mesma coisa que mudar religião. Leia mais

Enigmas do URSS: veteranos de Valaam

Categoria: História
Comentários: 4

 Dia da Vitória é uma data muito significativa para os povos da ex-União Soviética. Em quase toda família há alguém que participou da Segunda Guerra Mundial. Temos que lembrar também aqueles que trabalhavam duro na área de retaguarda para produzir pão e armamento. E precisamos também homenagear outros, aqueles desconhecidos, que sumiram do mapa da ex-União de um dia para outro… Os estrangeiros que curtem histórias da guerra visitam museus militares na Rússia, tiram centenas de fotos das Paradas Militares ou demonstrações de aviação parecem que nunca percebem um pequeno detalhe que fica escondido atrás das gloriosas apresentações. Imagine uma guerra Leia mais


 Svetlana Alexievich é a primeira escritora belarussa a ganhar o prêmio Nobel, cuja cerimônia oficial de recebimento será no dia 10 de dezembro de 2015, às 10:00 (horário de Brasília). A transmissão ao vivo estará disponível no site do prêmio: http://www.nobelprize.org/index.html  


 No dia 19 de maio de 1712 com ordem do imperador Pedro I a capital da Rússia foi transferida da antiga Moscou para São Petersburgo, que na época tinha apenas 9 anos de idade. São Petersburgo foi a capital do Império Russo e a residência dos imperadores russos a partir de 1712 até 1918, exceto da época do reinado de Pedro II, quando o status do capital retornou brevemente para Moscou. Desde que Moscou se tornou o centro do Grão-Ducado de Moscou (Великое Княжество Московское), e na segunda metade do século 15 se tornou a capital do Estado Russo, ninguém tentou Leia mais


Símbolos do movimento comunista

Categoria: História
Comentários: 1

 Entre nossos alunos tem muita gente que estão fazendo Curso de Russo porque estão gostando dos assuntos da época da União Soviética. Vamos falar um pouco dos símbolos do movimento comunista. Martelo e foice (cерп и молот – syerp i mólat) A foice e o martelo são símbolos do bolchevismo, o principal emblema do estado soviético. O martelo e a foice cruzados simbolizam a unidade dos trabalhadores e camponeses em seu trabalho. O símbolo entrou no emblema da RSFSR em 1918. Inicialmente, além do martelo e da foice deveria entrar a espada, mas Lenin recusou a usá-la, dizendo que a Leia mais


21 de setembro: A Batalha de Kulikóvo

Categoria: História
Comentários: 1

 No dia 21 de setembro de 1380, aconteceu uma daquelas batalhas que mudam o rumo da história. O domínio da Horda Dourada (o império tártaro-mongol) nos territórios da atual Rússia e Ucrânia durou aproximadamente cento e cinquenta anos até a Batalha de Kulikóvo que viria para marcar um ponto de virada na luta dos russos contra o jugo tártaro-mongol. Os principados russos eram tributários da Horda que regularmente fazia violentas incursões militares para manter seu domínio. Contudo, no século XIV durante o governo do Príncipe Dmítri o pequeno principado de Moscou começou a crescer, ampliando seu poder e território. No Leia mais


   Desde o início de seu governo, o czar Pedro I procurava um caminho de aproximação entre a Rússia feudal e a Europa. Uma das maneiras de alcançar esse propósito era fazer com que aparência dos russos estivesse em conformidade com a dos europeus. Uma transformação drástica começou após o retorno de Pedro, em Moscou depois de sua primeira viagem à Europa. Alias, ele foi primeiro entre várias gerações dos czars russos que fez uma viajem internacional, praticamente, um intercambio, com objetivos políticos e educacionais. Em agosto de 1698, no dia seguinte após chegar do exterior Pedro, na época com Leia mais


A medalha “Por embriaguez”

Categoria: História
Comentários: 2
Medalha Por Embriaguez

  A medalha “Por embriaguez” (За пьянство – za p’yanstvá) é uma medalha de ferro fundido, lançada por Pedro I, em 1714, com a finalidade de lutar contra o alcoolismo. Seu peso é de 6,8 kg sem corrente. É considerada a medalha mais pesada da história. Era pendurada no pescoço do embriagado, na delegacia de polícia, como uma punição para o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, e fixava-se com corrente, para ser impossível de remover. Segundo alguns relatos, ela deveria permanecer pendurada durante uma semana. Na verdade, Pedro I não era um abstêmio e não exigia dos seus companheiros manter Leia mais